fbpx

Recurso redireciona usuário para outro aplicativo, que permite criar uma sala de conversa em vídeo com até 50 pessoas.

Uma nova atualização do WhatsApp permite aos usuários acessar o recurso Salas, que cria videoconferências no Facebook Messenger acessíveis por link. O recurso é um dos primeiros a integrar diferentes plataformas da família de aplicativos do Facebook.

O recurso Salas foi anunciado pelo Facebook no final de abril e inicialmente funcionava apenas no Messenger. Mas a rede social já havia adiantado que pretendia expandir o recurso também para o WhatsApp.

Após a criação da sala, o usuário pode convidar os amigos para integrar a conversa pelo próprio WhatsApp, por meio de um link direto enviado no chat do app para Android e iPhone (iOS). Confira, no tutorial a seguir, como criar uma sala no Messenger Rooms pelo WhatsApp.

A ferramenta aproxima o funcionamento do Messenger de outros aplicativos usados para conferências — e que ficaram muito populares durante a quarentena, como o Zoom.

O recurso Salas possibilita reunir até 50 pessoas em uma conversa de vídeo, sem limite de tempo. O número é bem maior do que o permitido pelo WhatsApp, que permite até 8 pessoas em uma conversa por vídeo no aplicativo. É possível também acessar a conversa por meio de um link, recurso que elimina um problema comum a chamadas de vídeo: ter que efetuar a conexão com um tipo de ligação.

como usar o WhatsApp para criar vídeo chamadas

A atualização já está disponível para iPhone (sistema iOS) e para Android. Para usar o recurso siga o passo-a-passo:

  • Atualize o WhatsApp e abra uma conversa;
  • Clique no sinal de clipe de papel (caso esteja no Android) ou em “+” (caso esteja usando iPhone);
  • Selecione a opção para criar uma Sala. O WhatsApp vai redirecionar para o aplicativo Messenger ou para o navegador. É preciso estar logado em uma conta do Messenger ou Facebook para criar a Sala.
  • Compartilhe o link da Sala no WhatsApp. Embora a conta seja necessária para criar uma Sala, não é preciso ter uma acessar uma conferência criada por outra pessoa.

Mas é importante notar que o link pode garantir o acesso à sala a qualquer pessoa. O próprio WhatsApp alertou para cuidados com o compartilhamento da função. “Somente compartilhe o link com pessoas nas quais você confia. Alguém pode encaminhar seu link para pessoas que você não conhece e essas pessoas poderão entrar na sua sala, mesmo que você não tenha enviado o link de convite diretamente para elas”, afirmou o aplicativo em publicação.

Fonte: G1 / TechTudo